quinta-feira, 4 de junho de 2009

Pequenas rimas

Meu confidente,
Confio-te, ardente,
Meu corpo, semente




A saudade dói,
Por aquilo que o tempo corrói




Saudade de verdade,
Só do amor e da maldade
Que às vezes me invadem



R,
Mas nunca espere
Que te perdoem




Amo seu panos e planos
Mais ainda, amo quando seu planos não incluem os panos
Despidos, então, nos amamos

4 fizeram a Carol feliz...:

Maris Morgenstern disse...

eu amo rimas.
queria saber faze-las

DANIZINHA disse...

Gostei desses versos, k.rol.
Meu verso preferido "a saudade dói por quilo que o tempo córroi".
Obrigada pelo comentário no meu blog. Curti.
beijos....

Anônimo disse...

uuuuuuuuuuuuuuuuiiiii... haiuhuauiahai mto bom. SEM PANOS.

Anônimo disse...

geotorelxzp consolidate debt
loan rates