terça-feira, 2 de junho de 2009

Natural

Meu sentimento é como o ipê,
Passa meses verde, sem ser notado, banal...
De repente, fica nu, despe-se de tudo que o iguala
Mostra-se em suas entranhas,
Tão logo se acostumem com sua tristeza desfolhada,
Num belo dia abrirão a janela e o verão
Prepotente, suntuoso, extravagante
Roxo ou amarelo, ele se espalha e se faz presente
Deleita os olhos de quem vê

1 fizeram a Carol feliz...:

Maris Morgenstern disse...

eu tava sonhando com o dia da estreia desse blog